Artigos e Dicas

Como se dar bem na entrevista de emprego
Já estamos em março, excelente hora para falar desse assunto. De acordo com empresários e consultores de imagem e de carreiras, pode até parecer radical, mas a verdade é que a primeira impressão é a que vale (e a que fica!).

Geralmente, nos primeiros cinco minutos da entrevista, o entrevistador percebe tudo que queria saber. Porém, não fique ansiosa ou nervosa. Isso vale tanto para quem já trabalha ou está procurando por um estágio ou primeiro emprego. É inevitável se sentir assim. Lembre-se, todos já passaram por isso, inclusive seu futuro chefe.

Bom, antes das dicas, o óbvio: prepare-se!

Pesquise, converse com pessoas que conheçam ou até trabalhem na empresa, procure entender o que a empresa está procurando e o que se espera de você. Isso já é meio caminho andado. Nada irrita, ou decepciona, mais um entrevistador do que perceber que o candidato “caiu lá de paraquedas”, sem a mínima noção de onde está.

Também nada impressiona melhor do que ser educado, gentil, atencioso, olhar nos olhos da pessoa quando fala, saber ouvir, falar somente o necessário, estar vestido adequadamente, ter boa saúde e bons hábitos (nem pense em perguntar se pode fumar!).

Aparência é importante, sim. Não estamos falando de dinheiro nem de grifes. Vá de bom-senso, que não tem erro. Para as mulheres: maquiagem leve, unhas feitas com esmalte clarinho, pouco perfume, roupas e cores discretas. Nunca use decote, saia curtíssima, joias ou bijuteria tipo árvore de Natal. Já os homens devem usar roupa social e sapato. Dependendo do cargo, pode ser terno, ou camisa e calça social, além de cabelos, barba e unhas bem cuidados. Jamais vá a uma entrevista de jeans e tênis.

Tanto para homens e mulheres, mais um pouco do que não pode acontecer: mascar chiclete, atender celular no meio da entrevista (desligue antes, pelo amor de Deus!), tentar ser íntimo do entrevistador, dar beijinhos, usar gírias, sentar-se como se estivesse no sofá de casa vendo TV.Dez entre dez entrevistadores costumam fazer mais ou menos as mesmas perguntas. Prepare-se e espere por perguntas como: “Fale sobre você”, “Por que quer trabalhar aqui?”, Quais são seus pontos fortes e fracos?”, ou cultural geral (“Qual foi o último filme a que assistiu?”, “Qual livro está lendo?”, “Quais jornais costuma ler?”).Se for seu primeiro emprego, conte sobre cursos que já tenha feito e que está ansioso por novos desafios.

É isso aí. O que conta mesmo é estar bem preparado (física e mentalmente), ser autêntico (não finja ser o que não é) e não desanimar caso não seja chamado. Cada entrevista é como se fosse um treino, um ensaio para a próxima. Boa sorte!

Autora: Márcia Naspitz, jornalista (mnaspitz@uol.com.br)